Cotemig: Sua revolução começa aqui

Menu

Inclusão digital para mulheres em situação de vulnerabilidade. É com esta proposta que o projeto Programando Sonhos Delas, desenvolvido pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), por meio da Empresa de Informática do Município (Prodabel) e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, vai disputar a final do concurso World Smart Cities Awards, que será realizado entre os dias 19 e 21 de novembro, em Barcelona. O Programando Sonhos Delas foi indicado ao prêmio na categoria “Cidades Inclusivas e Compartilhadoras”. Concorrem com BH as metrópoles Buenos Aires, na Argentina, e Kiev, na Ucrânia.

Lançado neste ano, o projeto vai formar, em dezembro, 100 programadoras. Até o fim de 2020, a meta é ainda mais audaciosa: capacitar 1.200 mulheres na área de TI. “Meu maior desejo é formar jovens programadoras e inseri-las no mercado de trabalho. O mundo da tecnologia é ainda muito masculino, existe uma demanda grande por inserção da mulher nesse mundo, tecnologia, software, a gente tá falando de criação, de inovação, o que demanda diversidade de forma incontestável, então a participação dessa mulher nesse cenário é muito importante” destacou Leandro Garcia, diretor-presidente da Prodabel, que é técnico em Informática pelo Colégio COTEMIG e Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade COTEMIG.

O programa ensina todas as fases da programação, desde o uso básico do computador até o desenvolvimento de sistemas. A etapa final, que forma as programadoras, tem três meses de duração e 240 horas/aulas. Além da sede da Prodabel, os cursos também são ministrados em empresas parceiras. As mulheres participantes recebem vale-transporte e lanche durante as aulas.

COTEMIG apoia o projeto Programando Sonhos Delas

No dia 09/11 as alunas do Programando Sonhos Delas participaram de workshop sobre Banco de Dados, apresentado pelo professor da Faculdade COTEMIG, Gilberto Assis Oliveira, que atua como voluntário no programa. O objetivo foi apresentar outras opções de trabalho dentro da área de Tecnologia da Informação. Durante o evento, as alunas aprenderam como é criado um banco de dados, seu funcionamento e os inúmeros desafios do profissional que trabalha com Sistemas de Informação.

Compartilhe: