Cotemig: Sua revolução começa aqui

Menu

Já ouviu falar do Safer Internet Day? O Dia Da Internet Segura, comemorado em 09 de fevereiro de 2021, é uma iniciativa anual que tem como objetivo conscientizar usuários e instituições sobre a importância do uso seguro, ético e responsável da Internet.

“É de extrema importância a fixação de uma data para marcar o movimento a favor de uma internet segura, considerando a necessidade de conscientização da população acerca dos riscos a que está sujeita diariamente”, afirma Camila Soares, professora de Direito Digital da Faculdade COTEMIG e mestre em Direito.

O movimento surgiu em 1999, na Europa, com o programa Safer Internet e hoje mobiliza mais de 140 países e grandes empresas como Google, Facebook, Microsoft e Twitter, todos em prol da segurança online. 

De acordo com o levantamento de dados disponibilizado no site da SaferNet Brasil organização não governamental que atua recebendo denúncias de crimes cibernéticos contra os direitos humanos usuários realizam diariamente inúmeras denúncias, envolvendo páginas, sites, hospedagens e serviços que ameaçam a segurança da Internet. Em 14 anos foram mais de 4 milhões de denúncias e entre os delitos mais recorrentes estão os crimes de invasão de privacidade, cyberbullying e vazamento de dados.

Para a Professora Camila, o aumento desses números se dá porque “ultimamente passamos 24 horas conectados, utilizamos a internet para lazer e trabalho, de forma totalmente hiperconectada, sobrecarregados de informações. Raramente paramos para refletir sobre o volume de dados compartilhados diariamente.”

 Mas afinal, é possível ter uma internet segura?

Atualmente os riscos são inúmeros, tais como fraudes eletrônicas, vírus para apropriação indevida de dados pessoais, prática de cibercrimes, cyberbullying, crimes sexuais e contra honra.

Para a professora de Direito Digital da Faculdade COTEMIG, "o ambiente online atualmente é uma extensão da nossa vida ‘offline’. Assim como na vida real celebramos contratos, estamos sujeitos a golpes, violência e criminalidade, tudo isso também pode acontecer no mundo virtual.”

Para se manter seguro na internet, ela alerta “não utilize as mesmas senhas em sites e aplicativos diversos, não abra e-mails nem anexos suspeitos, tenha antivírus em seus dispositivos digitais, não compartilhe dados pessoais com estranhos e coloque autenticação de dois fatores em seus aplicativos e contas para evitar hackers.”

Compartilhe: