Cotemig: Sua revolução começa aqui

Menu

Quando estamos navegando na Internet, constantemente, fazemos o download de  arquivos, seja por meio de e-mails ou de páginas da rede. Porém, o que muitos não sabem é que certos programas e arquivos podem comprometer a integridade do sistema operacional desencadeando problemas que vão desde a queda no desempenho do sistema até a perda, roubo ou sequestro dos dados pessoais, senhas e arquivos do usuário.

A boa notícia é que os arquivos baixados normalmente são escaneados pela maioria dos programas de antivírus, mas é preciso que essa função esteja ativa. Além disso, alguns provedores de e-mail também tem um escaneamento em busca de vírus, assim, é possível detectar programas maliciosos que estejam "escondidos" entre os novos arquivos. 

No entanto, é bastante provável que você faça o download de outros itens, tais como músicas, arquivos de vídeo, atualizações para o seu software e até programas inteiros, como games e aplicativos freeware, que podem representar uma ameaça à segurança dos dados armazenados no seu computador.

Para te ajudar a fazer downloads com segurança, convidamos o Prof. Euber Chaia, especialista no assunto, e o Prof. Virgílio Borges, Assessor de Tecnologia do Grupo COTEMIG, que compartilharam oito dicas para você se proteger dos riscos inerentes à instalação de um software no seu computador. Confira abaixo:

1. Atualize o sistema operacional

É comum alguns usuários ainda usarem o Windows 7, que não dispõe mais de atualizações desde 14 de Janeiro de 2020. O uso de sistemas operacionais sem atualização é um dos fatores que podem contribuir para a facilidade de hackers invadirem o computador apenas ao acessar sites ou utilizar aplicativos de compartilhamento de arquivos, conhecidos também como rede P2P. Por isso, sempre mantenha o seu sistema atualizado com a última versão disponível, seja ele Windows, iOS, iPadOs, macOS, Linux, Android ou qualquer outro.

  1. 2. Use apenas a versão mais recente do seu navegador

Cada navegador libera atualizações padrões e repara qualquer falha de segurança existente nas versões anteriores, por isso, prefira sempre a opção mais atual.

  1. 3. Atualize os softwares de segurança

Lembre-se sempre de instalar e atualizar os seus softwares de segurança, tal como programas anti-spyware, anti-malware ou antivírus para manter o seu computador executando o melhor desempenho possível e assegurar que o seu sistema permaneça livre de qualquer tipo de ameaça.

  1. 4. Redobre a atenção com a URL 

Ao baixar qualquer programa, sempre verifique o endereço de origem (URL). É importante conferir se o local em que está fazendo o download condiz com o desenvolvedor de software, tendo em vista que em muitos golpes a URL é parecida com a original. Dê preferência para fontes já conhecidas e com criptografia ssl ativada. Isso significa que os sites que iniciam com https geralmente são os mais confiáveis. 

  1. 5. Não instale softwares desconhecidos

Se você não conhece o software que está baixando, é possível verificar o dono do site e quando foi criado acessando Whois, para sites internacionais, e RegistroBR, para sites nacionais. Dessa forma você saberá se é um site muito novo — que é um grande indício de um possível golpe ou um site mais antigo e já consolidado. Ressaltamos ainda que são comuns programas que pedem mais liberação do que realmente é necessário para seu funcionamento, por isso, vale procurar soluções similares menos intrusivas.

  1. 6. Tenha cuidado com programas de arquivos compartilhados

Aplicativos e programas de arquivos compartilhados abrem o seu computador a outras pessoas, fornecendo acesso a conteúdos particulares. Antes de instalar qualquer tipo de programas como esses, tenha certeza de que você sabe como configurar corretamente o software para diminuir a chance dos riscos de segurança.

  1. 7. Fique longe de programas piratas

Softwares como keygens e cracks, utilizados para burlar (ou crackear) o registro de softwares originais podem conter arquivos maliciosos. Além disso, é crime, segundo a Lei 9.609/98 (Lei de Software - proteção da propriedade intelectual de programa de computador), com possível pena de seis meses a dois anos de detenção e/ou pagamento de multa. Esta multa, para uso indevido, é de 10 vezes o valor do software e para quem o edita e comercializa de forma ilegal a multa é 20 salários mínimos e uma reparação civil de três mil vezes o valor de mercado daquele software, além de até 4 anos de reclusão.

Dica: O COTEMIG dispoẽ da licença da Microsoft Azure Dev Tools for Teaching. e o programa permite que ferramentas para desenvolvedores profissionais, software e serviços da Microsoft estejam ao alcance de todos os alunos e corpo docente de forma totalmente gratuita.

  1. 8. Evite extensões e downloads de programas em anúncios

Muitos programas maliciosos e extensões de navegadores suspeitas são divulgados por meio de anúncios publicitários que querem convencer você a baixar um software gratuito. Se um programa for recomendado por um anúncio, pesquise sobre ele antes de fazer o download. 

Essas são algumas dicas para que você faça downloads de forma mais segura. Para ler mais sobre segurança na internet, confira a notícia Dia da Internet Segura.

Compartilhe: